12 identificados por infrações fiscais e por exploração de jogo ilegal

O Comando Territorial dos Açores, através da Secção de Informações e Investigação Criminal e do Posto Territorial de Ponta Delgada, nos dias 11 e 12 de janeiro, identificou 12 pessoas com idades compreendidas entre os 26 e os 55 anos, por infrações fiscais e por exploração de jogo ilegal, nos concelhos de Ponta Delgada, Ribeira Grande, Lagoa e Vila Franca do Campo.

Na sequência de várias denúncias de exploração de jogo ilícito, foram fiscalizados diversos estabelecimentos de restauração e bebidas, tendo sido elaborados 12 autos de contraordenação por diversas infrações fiscais, três autos de contraordenações por exploração de jogo ilegal e dez autos de notícia por crime de exploração de jogo ilegal. No decorrer da ação foi apreendido ainda o seguinte material:

  • 16 máquinas de jogo ilegal;
  • 600 euros em numerário.

Os factos foram remetidos ao Departamento de Investigação e Ação Penal (DIAP) de Ponta Delgada e à Autoridade Tributária e Aduaneira (AT) de Ponta Delgada.

A GNR relembra que a dependência no jogo é reconhecida como uma patologia, sendo necessário estar alerta aos sinais que revelem a adição do jogador, pois é comum que aqueles que sofrem desta perturbação ponham em risco o seu trabalho, contraiam grandes dívidas, acabando por inviabilizar a sua interação com a sociedade e adotem um comportamento autodestrutivo.

AA/GNR-CTA