Açores com quatro programas de rastreio oncológico em execução

Segundo o Centro de Oncologia dos Açores encontram-se neste momento em execução plena os quatro programas de rastreio oncológico de base populacional, realizados no Serviço Regional de Saúde, nomeadamente o rastreio organizado de cancro de mama (ROCMA), o rastreio organizado de cancro do colo do útero (ROCCA) o rastreio organizado de cancro do colón e reto (ROCCRA) e o programa de intervenção de cancro na cavidade oral (PICCOA). 

Os referidos programas retomaram já no ano de 2021 a sua realização normal, bem como a recuperação de atividade não efetuada durante a pandemia, destacando-se uma variação significativa relativamente ao ano anterior de 2020, nomeadamente no ROCMA (14.835 rastreios, mais 8% que no ano anterior), no ROCCRA (4.681 rastreios, mais 27% que no ano anterior) e no PICCOA (8.361 rastreios, mais 26% que no ano anterior). 

Em 2022 continua a execução dos referidos programas, destacando-se também no primeiro trimestre a tendência de recuperação face ao período homólogo, nomeadamente no ROCMA (.4070 rastreios já realizados), no ROCCRA (2.154 rastreios já realizados) e no PICCOA (1.689 rastreios já realizados).

Relativamente ao ROCCA, existiu uma alteração na metodologia do rastreio, passando a ser realizado de cinco em cinco anos, a partir de 2021, mas destaca-se uma taxa de participação populacional na presente data de 37% (7.676 rastreios realizados em 2021 e 1.301 rastreios já realizados em 2022).

AA/GRA