Açores e Madeira com reforço da quota do atum patudo

As Regiões Autónomas dos Açores e Madeira conseguiram, junto do Governo da República, um aumento da quota do atum patudo em mais oito%, o que equivale a 250 toneladas.

Este aumento resultou das diligências feitas junto da Direção Geral de Recursos Naturais, Segurança e Serviços Marítimos, no sentido de ser cedida mais quota às Regiões Ultraperiféricas dada a disponibilidade da quota desta espécie que o continente ainda dispõe.

Atualmente, a chave de repartição da quota do atum patudo estabelece 85% da quota nacional anual para Açores e Madeira.

Na presente data, as regiões autónomas já atingiram 95% da quota atribuída para 2021.

Cabe à DGRM o controlo dos níveis de execução da quota, sendo igualmente da responsabilidade daquele organismo a comunicação dos mesmos aos departamentos governamentais das duas regiões, com competência em matéria de pescas.

AA/GRA