Açores registam mais um óbito por Covid-19

Nas últimas 24 horas foi observado um óbito relacionado com covid-19 na Região Autónoma dos Açores, no caso concreto uma senhora com mais de 80 anos, que se encontrava já vacinada com duas doses da vacina. No entanto, esta utente foi diagnosticada com covid-19 e faleceu antes de completar os 14 dias após a segunda toma da vacina, ou seja, ainda sem ter adquirido a proteção máxima que a vacina lhe poderia dar. A utente em questão apresentava ainda várias comorbilidades, tendo falecido após uma sobre infeção bacteriana pulmonar. 

Após esta situação a Autoridade Regional de Saúde recorda ser ter em atenção que a a imunidade individual só é totalmente atingida 14 dias após a data da segunda toma vacinal.

Mesmo após este período, a vacina não é 100% eficaz, podendo as pessoas mais vulneráveis vir a sofrer de doença grave e, consequentemente, falecer.

A vacinação é um meio eficaz de proteção individual e coletiva, cujos efeitos práticos são observáveis na Região com a diminuição drástica de novos casos positivos e de óbitos nos grupos etários vacinados, recomendando-se a sua toma por toda a população elegível. Como as vacinas não são 100% eficazes, o seu efeito protetor comunitário só será atingido quando uma proporção considerável (cerca de 60/70% da população total) estiver completamente vacinada (14 dias após a segunda toma vacinal).

Até se atingir essa cobertura vacinal necessária, é fundamental continuar a cumprir com as medidas preventivas contra a covid-19, nomeadamente, o uso de máscara, o cumprimento do distanciamento físico de dois metros, a desinfeção das mãos e a diminuição do número de contactos sociais. 

Entretanto, nas últimas 24 horas foram diagnosticados nos Açores 33 novos casos positivos de covid-19, todos em São Miguel, resultantes de 1.909 análises realizadas nos laboratórios de referência da Região. Todos os casos são referentes a transmissão comunitária.

Há 20 novos casos no concelho da Ribeira Grande (18 em Rabo de Peixe, um na Ribeirinha e um na Conceição). No concelho de Ponta Delgada há cinco casos (dois em São Vicente Ferreira, um em Santo António, um nas Capelas e um em Rosto do Cão (Livramento). No concelho de Vila Franca do Campo há quatro novos casos (três em Ponta Garça e um na Ribeira Seca). No concelho da Lagoa há dois novos casos, ambos em Santa Cruz. No concelho de Nordeste, foi diagnosticado um novo caso na Salga e no concelho de Povoação existe um novo caso nas Furnas.

Também nas últimas 24 horas registou-se um total de 24 recuperações (ver quadro anexo). Por outro lado, foi registado um óbito de uma mulher, com 85 anos de idade, que se encontrava internada no Hospital do Divino Espírito Santo, em Ponta Delgada.

No decurso da investigação epidemiológica, constatou-se que este caso fora inicialmente alocado na freguesia dos Arrifes, concelho de Ponta Delgada. No entanto, verificou-se que se encontrava a residir na freguesia de S. Sebastião do mesmo concelho, pelo que foi agora alterado este dado.

À data de hoje estão internados seis doentes nos hospitais regionais, sendo cinco no Hospital do Divino Espírito Santo, em Ponta Delgada (um em UCI) e um no Hospital de Santo Espírito, em Angra do Heroísmo.

AA/ARS