Aerossóis sulfato com origem nas emissões do vulcão Cumbre Vieja atingem os Açores

De acordo com os resultados do modelo do Serviço de Monitorização Atmosférica do programa Copernicus, verifica-se uma intrusão de partículas de aerossol sulfato na região dos Açores.

Este evento causa uma redução de visibilidade semelhante à que ocorreu nos passados dias 29 e 30 de setembro. Embora o transporte se verifique acima dos 5000 m, prevê-se que possa ocorrer um aumento das concentrações s de dióxido de enxofre à superfície.

Com a região a ser afetada pela passagem de uma superfície frontal com ondulações e a previsão de ocorrência de precipitação, a atual massa de ar deverá ser substituída ao mesmo tempo que a remoção húmida do aerossol se verifica.

Esta situação deverá estar ultrapassada em todo o arquipélago a partir da madrugada de dia 4 de novembro (quinta-feira).

AA/IPMA