Alexandre Gaudêncio sustenta que Plano Estratégico Ribeira Grande 2020-2030 vai definir visão de futuro

A Câmara da Ribeira Grande promoveu uma sessão pública para recolha de contributos tendo em vista a elaboração do Plano Estratégico Ribeira Grande 2020-2030, sessão que teve lugar no Teatro Ribeiragrandense na noite de quarta-feira e contou com a participação de cerca de meia centena de pessoas. 

“A boa adesão reforça a importância de um documento que pretende ser estratégico ao nível da definição das prioridades de investimentos para o concelho nos próximos anos tendo em vista o novo quadro comunitário de apoio que começa em 2021 e termina em 2027”, salientou Alexandre Gaudêncio. 

O presidente da Câmara da Ribeira Grande presidiu à sessão e mostrou-se satisfeito pelo facto dos contributos prestados terem permitido “identificar oportunidades políticas, económicas e territoriais para desenvolver o território de forma sustentável e integrada.” 

Na ocasião, Alexandre Gaudêncio vincou a vontade de “definir uma visão de futuro e uma estratégia territorial e operacional tendo em vista a melhoria das condições socioeconómicas, ambientais e urbanísticas que contribuam para a contínua afirmação do concelho.”

Destacou também a importância de “assegurarmos o caráter integrado dos projetos estruturantes, procurando soluções coerentes que atuem articuladamente nos diferentes planos de intervenção e que potenciem sinergias e efeitos replicadores.” 

Para além disso, evidenciou a necessidade de “estimular a partilha de recursos públicos e otimizar a sua aplicação tendo por base uma estratégia comum de definição clara de um modelo de cooperação e das condições de articulação dos agentes públicos e privados.” 

 

Os munícipes podem submeter os seus contributos através do site criado para o efeito, acessível aqui

AA/CMRG