Apresentado plano tido como “decisivo para combater as dependências” nos Açores

O Secretário Regional da Saúde e Desporto apresentou a proposta de Plano de Prevenção das Dependências 2021/2024. 

Clélio Meneses afirma que o documento, da responsabilidade da Direção Regional de Prevenção e Combate às Dependências, “é decisivo para combater as dependências nos Açores, a Região do País que mais cresceu no consumo de drogas nos últimos 12 meses”.

O governante revelou que, de 2012 para 2017, o índice de consumo de drogas subiu de 3.3 para 7.7, e referiu que para combater esta realidade foi elaborado um plano “que é transversal que envolve várias áreas da governação, mas que, sobretudo, pretende entrar pela sociedade dentro”. 

Para Clélio Meneses, a estratégia permite passar-se de “planos meramente conceptuais, planos que estão academicamente fundamentados, para um plano que tem uma calendarização, uma operacionalização e que pretende ser eficaz, envolvendo o desporto, a cultura e as associações juvenis”.

O Secretário Regional da Saúde e Desporto releva o papel destinado às autarquias locais neste plano, “tendo em conta a preponderância que as juntas de freguesia têm no conhecimento desta realidade”.

O governante considerou igualmente essencial a participação de áreas como “a educação e o desporto, ao nível do que é a sua atividade e sensibilização, o que quer dizer” que se pretende que “todas as áreas de atividade estejam envolvidas neste combate decisivo para a saúde” de toda a sociedade.

O Plano de Prevenção 2021/24 foi apresentado na sede da Secretaria Regional da Saúde e Desporto, com as presenças de diversas entidades que participaram na elaboração do documento.

AA/GRA