Aprovado orçamento da Câmara da Horta para 2023

O orçamento da Câmara Municipal da Horta para 2023 foi aprovado por maioria, na reunião de Câmara extraordinária realizada para debate e votação dos documentos previsionais do Município.

“Este é um orçamento com o maior investimento de sempre no Município dirigido às pessoas, que tem entre as suas prioridades ajudar as famílias e as empresas a superar a crise associada ao aumento exponencial da inflação”, declarou o Presidente da Câmara Municipal da Horta, afirmando que o mesmo “assume também o propósito de investimento em ações prioritárias do programa de governação apresentado aos faialenses em 2021”.

Com um orçamento de 17 milhões, 480 mil e 237 euros, Carlos Ferreira destaca que é um orçamento a pensar nas pessoas, “com investimento em áreas chave como a educação, com o 𝐵𝑜𝑙𝑠𝑎 𝟷𝟸 e programa municipal de apoio à valência de ATL´s, mas também de combate à pobreza, com reforço do Fundo de Emergência Social, o programa de apoio à natalidade 𝑁𝑎𝑠𝑐𝑒𝑟 𝑛𝑜 𝐹𝑎𝑖𝑎𝑙, o apoio às IPSS do concelho, a devolução aos munícipes de 10% do IMI pago em 2022, a manutenção da taxa de devolução do IRS à população e ainda o desconto de 10% na fatura da água e dos resíduos sólidos urbanos, durante os próximos 6 meses”.

O autarca faialense realçou ainda o apoio às Juntas de Freguesia, o investimento significativo na reabilitação do sistema de abastecimento de água e o reforço substancial do investimento municipal na área do bem-estar animal, acrescentando que mais de 3.5 milhões de euros estão afetos às áreas dos transportes, comunicações e regeneração urbana, onde se enquadram as obras da Frente Mar e a reabilitação da rede viária da ilha do Faial.

Para o edil, a área da habitação merece também especial atenção, “com a implementação do inovador programa municipal de apoio ao arrendamento, o 𝐹𝑎𝑖𝑎𝑙 𝐻𝑎𝑏𝑖𝑡𝑎, e a inscrição de quase 1 milhão de euros para a Estratégia Local de Habitação (EPH), que permitirá ao Município concorrer às verbas do PRR para resolver grande parte dos problemas habitacionais da nossa ilha”.

O Plano e Orçamento para 2023 contou com propostas dos grupos municipais do PSD, CDS, PPM e CDU, bem como das entidades que integram a Comissão Municipal para os Assuntos do Mar, Conselho Municipal de Segurança, instituições de solidariedade social, bem como do Conselho Municipal para a Juventude, Ciência e Conhecimento e vários organismos culturais.

“Este é um orçamento construído com sentido de responsabilidade e visão para o futuro, que acolhe propostas da sociedade civil e das forças políticas que estiveram disponíveis para contribuir e que tem três grandes prioridades: as pessoas, as empresas e a visão de futuro para o desenvolvimento do Faial”, concluiu o autarca.

AA/CMH