Calisto apela a uma oposição participativa e cooperante

Na cerimónia de tomada de posse para o mandato 2021/2025, a Presidente da Câmara Municipal de Lagoa fez um apelo para a oposição que agora se irá juntar à edilidade, propondo uma participação ativa e cooperante. “Espero que o consenso e a partilha salutar de ideias, sugestões e soluções sejam possíveis na missão que foi confiada a cada um, independentemente de ideologias políticas”, referiu no seu discurso de boas-vindas aos novos membros.

A autarca reconhece em António Vasco Viveiros, o novo eleito do PSD, como sendo uma pessoa com “capacidade de diálogo e de saber estar e, nessa medida, sei bem que o seu papel não será o de se opor e abster, mas o de participar e contribuir para o progresso do concelho”.

Cristina Calisto deixou, também, o seu agradecimento pessoal àqueles que cessaram o seu mandado na Câmara Municipal. “Devo uma palavra de gratidão e reconhecimento pelo trabalho que desenvolveram durante os 4 anos em que estiveram ao serviço do Poder Local, como o anterior Vice-presidente desta autarquia, um cargo que desempenhou com enorme sentido de responsabilidade e competência, em prol do desenvolvimento da Lagoa. Foi um exemplo de rigor e inspiração para todos aqueles que estão ao serviço das causas públicas e do Poder Local”, foram as palavras dirigidas a Ricardo Martins Mota.

“Ao senhor Fernando Jorge Moniz devo um sincero reconhecimento pelo trabalho que desenvolveu durante os 16 anos em que esteve ao serviço do Poder Local, como vereador. Termina a sua participação na vida política com o sentido de dever cumprido. Foi um exemplo de tolerância, empenho e disponibilidade no exercício das suas funções, obtendo o respeito de todos os que com ele trabalharam, destacando-se pela sua simpatia e trato educado”, realçou a Presidente.

Cristina Calisto agradeceu, ainda, ao presidente do órgão deliberativo da Assembleia Municipal cessante, Dias Pereira, “um cargo que desempenhou com enorme sentido de responsabilidade e imparcialidade, em prol do bom funcionamento deste órgão deliberativo e do desenvolvimento do concelho da Lagoa. É também um bom e grande amigo que fica para a vida”.

Aos vereadores da oposição que cessaram funções, Carlota André e Roberto Oliveira, a Presidente da Câmara deixou “uma palavra de especial reconhecimento e gratidão, pela participação democrática e cooperante que souberam manter. O empenho e o rigor com que ambos desempenharam as suas funções proporcionou realizar um trabalho profícuo, em prol dos lagoenses e da Lagoa e manter uma relação salutar, de amizade e de respeito entre todos. São um exemplo para o país e para a Região daquilo que deve ser o papel de uma oposição: saber trabalhar em equipa e saber colocar os interesses dos lagoenses acima dos interesses partidários”.

AA/CML