Câmara da Horta instala contentores de biorresíduos no concelho

Já arrancou, no Município da Horta, o Projeto de Instalação de Contentores de Biorresíduos no Concelho. O lançamento da campanha decorreu no âmbito do projeto Presentes no Concelho, que se realizou na freguesia das Angústias.

Os biorresíduos, são resíduos biodegradáveis, como os restos de alimentos produzidos na sua cozinha, assim como restos de jardins. Estes representam cerca de 40% dos resíduos produzidos, ou seja, é a maior parcela dos diferentes tipos de resíduos que produzimos.

Se não os separarmos, desperdiçamos este recurso, com as consequentes dificuldades de gestão que eles representam a nível ambiental e financeiro. Pelo contrário, ao separá-los, estamos a aproveitar este recurso que pode ser reciclado localmente e transformado num composto, um adubo natural.

Numa primeira fase, de acordo com José Leonardo Silva, Presidente da Autarquia, serão instalados 21 contentores de 800 litros, junto a ecopontos já existentes, na Cidade da Horta, tendo em conta que no meio citadino há menor aproveitamento doméstico deste tipo de resíduos. Depois o Município irá cobrir todo o concelho com este tipo de recolha.

Este projeto resulta de uma candidatura à atribuição de Contentores de Recolha Seletiva de Biorresíduos, que a Câmara Municipal da Horta submeteu à Direção Regional do Ambiente que atribuiu 62 contentores de 800 litros ao Município.

De acordo com José Leonardo Silva, Presidente da CMH, “estes contentores servirão para colocar biorresíduos, ou seja, restos de jardinagem, folhagem e monda, restos de preparação e confeção de refeições, restos de vegetais e frutas, massas, arroz e grãos, papel de cozinha e guardanapos, café e sacos de chá, cascas de ovo e pão.

Para facilitar a separação dos seus biorresíduos em casa, o Município oferece um pequeno contentor (sujeito à disponibilidade existente), tendo apenas o munícipe que se digerir aos Paços do Concelho e o solicitar no Gabinete de Ambiente.

Para informar e sensibilizar os cidadãos para a separação de biorresíduos, serão utilizados diferentes métodos de comunicação: website do município, painéis LED, autocolantes para os contentores e folheto distribuídos pelos CTT.

O Município, pretende também continuar a fomentar a compostagem no concelho, através dos cursos de compostagem, para tal irá adquirir mais compostores.

AA/CMH