Câmara da Ribeira Grande investe 30 mil euros na renovação do Museu da Emigração

O Museu da Emigração Açoreana, localizado na Ribeira Grande, está temporariamente encerrado para obras que vão permitir renovar os interiores, os painéis expositivos e a museografia existente, para além de oferecer novas temáticas e uma relação mais próxima com as novas tecnologias tendo em vista a comunicação para públicos mais jovens.

O presidente da Câmara da Ribeira Grande acompanhou o início dos trabalhos na companhia do vereador da Cultura, Filipe Jorge e do presidente da Associação dos Emigrantes Açorianos, Rui Faria, que fez uma breve apresentação dos trabalhos que serão desenvolvidos no espaço.

“Este museu foi inaugurado em 2005 e esta é a primeira vez que fecha temporariamente para que seja possível realizar alguns trabalhos de manutenção, renovar a museografia e o circuito de apresentação das peças que a compõem”, explicou Alexandre Gaudêncio.

O autarca destacou que “em virtude da pandemia e consequente redução do número de visitantes, este é o momento apropriado para realizarmos esta intervenção sem grandes transtornos para quem visita o espaço.” A empreitada, orçada em cerca de 30 mil euros, tem um prazo de execução de 120 dias.

A renovação do Museu da Emigração Açoreana vai permitir alargar para dez as temáticas da emigração e apostar em duas novidades: a plataforma “Know More”, dedicada a quem procura mais informação e gosta de observar com tempo e a plataforma “Kid”, que vai disponibilizar vários pontos de acesso digital ao longo do museu a pensar no público mais jovem.

AA/CMRG