Ponta Delgada transfere 2,1 milhões de euros para as Juntas de Freguesia do concelho

A Câmara Municipal de Ponta Delgada vai transferir este ano para as 24 Juntas de Freguesia do concelho 2,1 milhões de euros. Este montante global inclui as transferências ao abrigo dos contratos interadministrativos de delegação de competências e o apoio excecional da autarquia às Juntas de Freguesia para que possam fazer face às consequências da pandemia da Covid-19.

Contrariamente aos anos anteriores, e por causa da pandemia, os contratos interadministrativos não serão assinados numa cerimónia conjunta com os representantes das 24 Juntas de Freguesia do concelho.

“A opção pelo distanciamento físico, quando devemos ser o exemplo do cumprimento rigoroso das regras de proteção contra a Covid-19, não significa distanciamento das nossas freguesias”, afirmou Maria José Lemos Duarte, após a assinatura do contrato com a Junta de Freguesia da Relva.

No total, estão a ser transferidos 1.882.145,23 euros ao abrigo dos contratos interadministrativos que inclui o reforço de 288.900,00 euros por causa da pandemia, aos quais acresce o valor de 264.337,34 euros do acordo de execução (protocolo plurianual de delegação de competências) que vigora durante a legislatura.

Transferências por freguesia

A Câmara Municipal de Ponta Delgada transfere 45.388,55 euros para Ajuda da Bretanha, 154.894,85 euros para os Arrifes e 68.586,86 euros para a Candelária.

Para as Capelas são transferidos 132.069,54 euros, para a Covoada 71.283,86 euros e para a Fajã de Baixo 89.175,84 euros.

Para a Fajã de Cima são transferidos 121.445,19 euros; para os Fenais da Luz 81.081,78 euros; para as Feteiras 118.300,31 euros; para os Ginetes 78.519,29 euros; para os Mosteiros 69.393,88 euros; para Pilar da Bretanha 42.179,89 euros.

A Câmara de Ponta Delgada transfere 97.304,78 euros para São Sebastião, 93.831,17 euros para São José, 129.461,70 euros para São Pedro e 98.036,10 euros para a Relva.

Para os Remédios são transferidos 59.149,46 euros e para o Livramento 85.618,27 euros. Para São Roque são transferidos 104.016,91 euros, para Santa Bárbara 62.172,31 euros, para Santa Clara 78.359,92 euros, para Santo António 89.411,27 euros, para São Vicente Ferreira 83.383,59 euros e para as Sete Cidades são transferidos 93.417,24 euros.

AA/CMPD