Câmara participa na identificação de locais de voo de parapente

Decorre até ao próximo dia 5 de setembro, com o patrocínio da Câmara Municipal de São Roque do Pico, o projeto pioneiro de identificação dos locais de voo para a prática de parapente.

O trabalho realizado pelo Clube Asas de São Miguel, com a colaboração da Secretaria Regional da Energia, Ambiente e Turismo, permitirá criar um produto associado ao setor do turismo em São Roque do Pico, um concelho que pretende alavancar a sua economia a partir da projeção da marca ‘Capital do Turismo Rural’.

Durante uma semana os 20 elementos (oito oriundos do continente português e um da Lituânia), que integram o projeto vão visitar vários possíveis locais de voo e definir a informação técnica necessária a transmitir aos pilotos, que ficará associada a uma importante componente de valorização turística.

O trabalho resume-se à prospeção e registo de possíveis locais de descolagem e de aterragem, marcando-os com painéis que incluem regras, avisos e contactos das autoridades ligadas à segurança, bem como a identificação dos proprietários dos terrenos. Além disso, os painéis fornecerão informação sobre o espaço aéreo, contactos de emergência e código de boa conduta.

Com estas informações pretende-se garantir que as etapas do voo são realizadas de forma segura, evitando-se em simultâneo que os pilotos invadam áreas protegidas ou ambientalmente mais sensíveis.

AA/CMSRP