Câmara realiza escritura de venda de habitações sociais a inquilinos

A Câmara da Ribeira Grande iniciou a venda de habitações sociais a inquilinos que manifestem a intenção de as adquirir, tendo realizado esta semana as primeiras escrituras de venda de uma das habitações cujos inquilinos já ponderavam esta opção há algum tempo.

“A celebração de escrituras de venda de habitações sociais a inquilinos faz parte da estratégia do município para reduzir o seu parque habitacional e também vai ao encontro das pretensões das famílias”, referiu Alexandre Gaudêncio.

O presidente da Câmara da Ribeira Grande recordou que, nestes dois casos, “a passagem da titularidade dos imóveis para os inquilinos era um desejo antigo dos mesmos, agora concretizado por via da implementação da estratégia que a autarquia está a desenvolver para a habitação social no concelho.”

As duas primeiras escrituras são, também, um “incentivo para que outros inquilinos sigam o exemplo e requeiram a compra dos imóveis sociais onde residem”, acrescentando que o valor da venda “obedece ao regulamento interno e difere de imóvel para imóvel conforme a antiguidade do inquilino na moradia, a composição do agregado familiar e não terem dívidas à autarquia.”

Alexandre Gaudêncio recordou que a Câmara da Ribeira Grande tem cerca de 500 moradias sociais e, recentemente, foi aprovada a Estratégia Local de Habitação, documento que identifica as principais lacunas no concelho e dezasseis ações para resolução dos problemas identificados. O documento já foi submetido ao IHRU (Instituto de Habitação e Reabilitação Urbana) para aprovação.

AA/CMRG