Casas dos Açores são “verdadeiras embaixadas da açorianidade”

O Presidente do Governo Regional dos Açores marcou presença na sessão solene de abertura das comemorações do 95.º Aniversário da Casa dos Açores em Lisboa, valorizando na ocasião o papel destas Casas, “verdadeiras embaixadas da açorianidade” em todo o mundo.

Promovendo uma “ligação constante com os Açores e os açorianos”, a Casa dos Açores, “a primeira e mais antiga casa dos Açores no mundo”, mereceu da parte do Presidente do Governo elogios pelo “excelente trabalho feito e oportunidades que pode continuar a gerar” de aproximação entre os açorianos.

“Naturalmente que a política pública e o Governo Regional não podem prescindir de assumir a responsabilidade de dar valor ao seu sucesso”, prosseguiu o governante, garantindo um “caminho em progresso” de valorização das Casas dos Açores.

José Manuel Bolieiro definiu o programa de atividades que vão assinalar os 95 anos da Casa dos Açores de Lisboa como “muito enriquecedor”, deixando palavras elogios à instituição nas pessoas da Presidente da Direção da Casa dos Açores, Delfina Porto, e do Presidente da Assembleia Geral da Casa dos Açores, Miguel Loureiro.

Na ocasião, o governante sublinhou ainda o papel da comunicação na “divulgação de eventos” e no fazer chegar a mais pessoas as iniciativas que levam mais longe o nome da região.

Perante algumas dezenas de convidados, José Manuel Bolieiro traçou ainda um retrato dos desafios atuais dos Açores e as principais prioridades governativas do atual Executivo, nomeadamente em áreas como a Educação e a Saúde.

Também presente na sessão esteve o Diretor Regional das Comunidades, José Andrade.

AA/GRA