Colóquios da Lusofonia são um exemplo de capacidade e vontade para valorizar a Língua Portuguesa

O Vereador da Cultura da Câmara Municipal de Ponta Delgada, Paulo Mendes, defendeu que os Colóquios da Lusofonia são um exemplo de capacidade e vontade para valorizar a Língua Portuguesa.

Paulo Mendes, que falava no encerramento do 34.º Colóquio da Lusofonia, referiu que os dois dias de interpretação e de reflexão sobre a identidade e a cultura açoriana, expressas na sua literatura, confirmam a inquestionável qualidade desta iniciativa insular.

Saudando a Associação Internacional de Colóquios da Lusofonia, na pessoa do seu presidente da direção, Chrys Chrystello, o Vereador reconheceu “a vossa missão cívica, social e cultural para o aprofundamento e o reforço das temáticas da Lusofonia, mas também da vossa resiliência para manter viva, dinâmica e cada vez mais inclusiva esta organização”.

“Os Colóquios da Lusofonia constituem um exemplo, no País e em todo o espaço lusófono, de capacidade, vontade e disponibilidade para valorizar o que une os falantes de Língua Portuguesa, porque este é um processo – e é bom que tenhamos consciência disto – que será tanto mais frutífero, quanto maior for o nosso empenho em aproximar e unir” – sublinhou.

No entender de Paulo Mendes, a Lusofonia é processo histórico que “não pode nem deve esgotar-se como projeto político. Será mesmo redutor se a comunidade que junta povos e nações que partilha a língua e a cultura portuguesas não for capaz de se fortalecer e robustecer enquanto projeto de pessoas”.

O Vereador da Cultura destacou o facto de haver uma maior proximidade devido às comunicações digitais e de todo um conjunto de instrumentos que favorecem a vivência dos cidadãos no quadro da Lusofonia.

Todavia, adiantou, “compete-nos prosseguir objetivos mais ambiciosos de cooperação e diálogo cultural entre os países da Lusofonia, porque são as diferenças que se constroem a partir de uma base comum – a Língua Portuguesa – que enriquecem a Lusofonia, como bem ficou demonstrado neste 34.º Colóquio da Lusofonia”.

“Ponta Delgada, ao acolher o Colóquio da Lusofonia, que regressa no próximo ano ao maior concelho dos Açores, para a sua 36.º edição, está empenhada em contribuir para este objetivo comum à Lusofonia” – concluiu.

AA/CMPD