Concurso Interno de Afetação coloca 705 docentes nas escolas da Região

Foram efetuadas 705 colocações de docentes, no âmbito do Concurso Interno de Afetação, pertencentes aos quadros da Região e do restante território nacional, para o próximo ano escolar.

Segundo a Secretária Regional da Educação, “o concurso deste ano foi mais complexo uma vez que, para além da habitual colocação dos docentes de quadros de escola que pretendem lecionar noutra unidade orgânica, foram integrados também, pela primeira vez, os docentes colocados em quadros de ilha”.

A lista de colocações dos candidatos opositores ao Concurso Interno de Afetação de Pessoal Docente para o ano escolar 2021/2022 foi hoje disponibilizada na plataforma do Concurso do Pessoal Docente. 

Sofia Ribeiro refere que “as vagas apuradas constituem mecanismos de mobilidade legalmente previstos para os docentes do quadro, de afetação de docentes na sequência da organização da distribuição de serviço docente efetuada pelos órgãos executivos das unidades orgânicas”.

“Este ano, com o Plano de Recuperação de Aprendizagens implementado por este Governo Regional, tornou-se ainda mais exigente todo o processo de colocação dos docentes, uma vez que reforçámos as medidas educativas de apoio individualizado aos alunos”, frisou.

A titular da pasta da Educação realçou que “este sistema de colocações teve de ser revisto após a confirmação das vagas resultantes de saídas do sistema educativo regional após os concursos de provimento e de mobilidade realizados neste ano a nível nacional, para não deixar nenhuma escola a descoberto nos Açores”.

Das 728 vagas apuradas pela Secretaria Regional para o próximo ano escolar, remanescem 462 vagas correspondentes a horários completos anuais para a contratação a termo resolutivo. 

“A estas poderão eventualmente acrescer as vagas que resultem da não aceitação das colocações neste concurso de afetação e que nos sejam comunicadas até à data da publicação da primeira lista das colocações à contratação”, acrescentou a Secretária Regional. 

Todo o processo estará concluído ainda durante o mês de agosto, de modo a garantir que os docentes se apresentem ao serviço no arranque do ano escolar, na unidade orgânica onde obtiveram colocação, no próximo dia 1 de setembro.

AA/GRA