Confraria do Queijo de São Jorge assinala 30º aniversário

No âmbito das comemorações dos trinta anos da Confraria do Queijo São Jorge, o Presidente do Município de Velas enalteceu o facto de esta entidade ter sido em boa hora fundada permitindo assim certificar aquele que denominam da “Joia da Coroa”, o Queijo São Jorge DOP (Dominação de Origem Protegida), produto secular com mais de 500 anos de história, que tem sido a base da sustentabilidade de muitas famílias e em geral da economia da ilha. 

Luís Silveira frisou que muitos têm sido os desafios, no passado mais longínquo, mas sobretudo nestas últimas três décadas, para aqueles que produzem um dos melhores, senão, o melhor leite da Europa, esperando-se que possam ver o seu esforço recompensado de forma justa por via da produção de um produto que ganha medalhas de ouro e prata, recompensa esta que infelizmente tarda em acontecer.

Em suma, ficam as felicitações a todos os que, durante estes 30 anos, trabalharam a favor deste produto de excelência, bem como o desafio de alcançarmos a verdadeira e justa recompensa para os nossos produtores, a qual tem de passar pela valorização do produto até chegar ao consumidor final por via da cadeia de distribuição.

De recordar que o Município de Velas desde 2018 se assume como um dos promotores deste produto de excelência com a criação da marca patenteada “Velas, Capital do Queijo”.

AA/CMV