Contratação de 12 novos médicos para a ilha de São Miguel

O Secretário Regional da Saúde e Desporto anunciou que a Unidade de Saúde de Ilha de São Miguel vai contratar 12 médicos de medicina geral e familiar, ao abrigo de concursos que já decorrem.

O anúncio foi feito pelo governante no final de uma reunião, tida em Ponta Delgada, com os conselhos de administração da Unidade de Saúde de Ilha de São Miguel e do Hospital do Divino Espírito Santo.

Clélio Meneses disse que a iniciativa pretende ser “uma resposta significativa” à falta de médicos de família na ilha.

“Os últimos anos foram marcados por metas e anúncios, mas também por falta de cumprir com aquilo que é a necessidade de todos os Açorianos terem médicos de família”, referiu.

O governante reiterou o compromisso “de fazer tudo para que os Açorianos tenham médico de família” e revelou que alguns concursos “ficam desertos porque não há médicos interessados”.

Clélio Meneses assegurou ainda que estão a ser alteradas as regras de incentivo à fixação destes profissionais, a par do investimento em meios e equipamentos modernos.

O Secretário Regional da Saúde e Desporto afirmou, por outro lado, que a reunião que manteve com os conselhos de administração da Unidade de Saúde de Ilha de São Miguel e do Hospital do Divino Espírito Santo abordou “a implementação de um sistema de saúde interligado, em que todos os agentes do sector cooperem de uma forma partilhada, responsável e solidária”.

Clélio Meneses relevou “a consensualização da necessidade de alterar o paradigma dos cuidados de saúde, havendo um reforço de proximidade, de cuidados primários e de prevenção, de forma a dar uma resposta mais eficaz ao cidadão e também tirar alguma carga hospitalar”.

AA/GRA