EBI da Horta é “escola embaixadora” em questões ambientais

A Escola Básica António José d’Ávila, na ilha do Faial, é “uma verdadeira embaixadora no que às questões relacionadas com o ambiente e proteção ambiental diz respeito. Tem sido, ao longo dos últimos anos, uma parceira fundamental e imprescindível do Município da Horta, nas suas mais variadas vertentes e isso não pode, de forma alguma, passar incólume”, afirmou o Presidente da Câmara Municipal da Horta na cerimónia de hastear da bandeira Escola Azul.

Este foi um momento simbólico que se traduz no reconhecimento do trabalho realizado pela EBI da Horta, em especial pelos alunos do Clube do Mar.

“As campanhas de sensibilização ambiental, bem como as ações de Educação Marinha, junto das escolas, fazem dos mais novos embaixadores da disseminação da mensagem que recebem, junto das famílias e amigos. Por isso, a Câmara Municipal da Horta, como cidade educadora, e no âmbito da agenda 2030, associou-se a este programa da Escola Azul, por tratar a temática do Mar, que nos é cara e essencial, para promover a sustentabilidade do bem precioso que nos rodeia, esperando que todas as escolas do município adiram a este programa com bons projetos, que conta com a parceria do OMA”, referiu o edil.

Escola Azul é um programa educativo promovido pela Direção-Geral de Política do Mar que tem como missão promover a Literacia do Oceano, que conta com uma comissão técnico-científica que é composta por um grupo de entidades que colaboram na avaliação das candidaturas a Escola Azul e apoiam a coordenação nacional na definição de questões estruturais do funcionamento do programa. Desta comissão faz parte o Observatório do Mar dos Açores (OMA) que tem desempenhado um trabalho de excelência sobre a Literacia do Oceano na comunidade escolar.

AA/CMH