Estabilidade profissional de docentes é prioridade do Governo

O Presidente do Governo Regional dos Açores garantiu que é prioridade do Executivo garantir a “estabilidade profissional” dos docentes da Região, elemento decisivo para a “motivação” destes profissionais.

É objetivo do XIII Governo dos Açores garantir a estabilidade destes profissionais, tendo já sido promovida a integração de 321 professores nos quadros de ilha e de escola da Região.

José Manuel Bolieiro falava na Escola Secundária Antero de Quental, em Ponta Delgada, após ter presidido ao lançamento do terceiro ciclo de conferências do “Liceu d´Antero”.

Sobre a classe docente nos Açores, o Presidente do Governo assinalou: “Estamos a promover, em cerca de 231 casos, já para o próximo ano letivo, a estabilidade com o vínculo ao quadro de ilha. São cerca de 321 no caso dos quadros geral: os de ilha e de escola”.

No que refere à escola secundária Antero de Quental, que José Manuel Bolieiro frequentou como estudante, é intuito do Executivo avançar para uma “intervenção de fundo” no edifício a “médio prazo”, e consoante disponibilidades orçamentais próprias e resultantes do próximo quadro comunitário de apoio.

O ciclo de conferências do “Liceu d´Antero” decorre de segunda a sexta-feira, tendo mais de 30 oradores.

AA/GRA