Exposição “Natália: A Imagem, em Múltiplos Espelhos” patente de 17 de março a 30 de abril no CMC

A exposição sobre Natália Correia, intitulada “Natália: A Imagem, em Múltiplos Espelhos”, estará patente na Galeria do Centro Municipal de Cultura (CMC) de 17 de março a 30 de abril.

Esta mostra, que resulta de uma parceria entre a Biblioteca Pública e Arquivo Regional de Ponta Delgada (BPARPD) e a Câmara Municipal de Ponta Delgada, insere-se no ciclo comemorativo dos 100 anos de vida de um dos maiores vultos da poesia açoriana do Século XX.

Documentos de arquivo e da livraria de Natália Correia à guarda da BPARPD, assim como quatro peças emblemáticas do espólio da poeta, à guarda do Museu Carlos Machado, fazem parte desta exposição, quando passam 28 anos do desaparecimento da poeta (16 de março de 1993).

Como refere a Presidente da Câmara Municipal, no catálogo da exposição, “Ponta Delgada orgulha-se de ser o berço de um dos grandes vultos femininos da segunda metade do Século XX em Portugal”.

“Natália Correia deixou-nos um legado que é a expressão do seu pensamento desassombrado, provocador, idealista, ativista e militante pela Liberdade, pelo Amor, pelo Feminismo ou pelos Direitos Humanos”, acentua.

Para Maria José Lemos Duarte, “é nossa responsabilidade honrar o seu contributo ímpar para a cultura e para o pensamento português contemporâneo”.

O Município de Ponta Delgada está, por isso, a organizar um ciclo comemorativo do centenário do nascimento de Natália Correia, que se assinala a 23 de setembro de 2023, e que teve início com a apresentação do Prémio Literário Natália Correia através do qual é proposta a celebração da poeta e escritora como inspiração para a criação poética e literária na Língua Portuguesa.

AA/CMPD