Fórum Autonómico tem sido “elemento de cidadania” e proximidade com os Açorianos

O Presidente do Governo Regional dos Açores considerou que o Fórum Autonómico, que tem sido realizado a propósito das visitas estatutárias do Executivo, tem sido um “elemento de cidadania” e proximidade com os Açorianos.

“Por mais distante, por mais pequeno, por mais residual que seja a composição demográfica de cada uma das ilhas, elas representam um universo para os residentes, uma responsabilidade global para o Governo, e têm capacidade crítica de pensamento”, vincou o governante.

José Manuel Bolieiro falava nas Lajes das Flores, num Fórum Autonómico que teve a especialista em políticas de Desenvolvimento Sustentável e fundadora da Sustain Azores Joana Borges Coutinho

Nas Flores, o Presidente do Governo reiterou o desígnio de proximidade para com o poder local, sublinhando que “os Açores não são uma abstração mas uma realidade concreta em cada uma das ilhas, cada uma com as suas especificidades”.

“As visitas estatutárias não podem dispensar um encontro de intensa cooperação com os eleitos locais”, declarou ainda, sublinhando a importância de momentos do género para se prestar “de forma cooperante um melhor serviço às populações e territórios”.

O Fórum Autonómico é um espaço de reflexão sobre a autonomia e desafios da mesma em diferentes áreas de intervenção, com impacto direto na sociedade, economia e bem-estar dos cidadãos Açorianos.

AA/GRA