Freguesia da Relva com rede de saneamento e água totalmente coberta e renovada

Com a construção das infraestruturas de saneamento básico na Estrada Regional n.º 1-1, entre o Loteamento do Lameiro e a Rua da Guiné, na Relva, cujo concurso para a obra já foi lançado, esta freguesia de Ponta Delgada passa a estar dotada de uma rede de saneamento e água 100% coberta e renovada.

A intervenção, no valor 450.731,30 euros, eleva, assim, para cerca de 4 milhões de euros (3.936.161,82 euros) o montante global investido pelos Serviços Municipalizados de Água e Saneamento (SMAS) da Câmara Municipal de Ponta Delgada na Relva, nos últimos 13 anos.

Os sucessivos investimentos municipais visaram dotar a freguesia de rede de coletores de águas residuais (esgotos) e de rede de coletores de águas pluviais, “tendo sido aproveitada a ocasião para renovar a rede de distribuição de água, que já existia desde 1959, para benefício dos habitantes da Relva”, explica o Vice-Presidente da Câmara de Ponta Delgada.

Pedro Furtado sublinha que este “investimento continuado e consistente da autarquia na melhoria da rede de saneamento e água”, com uma taxa de cobertura de 100% e totalmente renovada, “reforça a qualidade do serviço prestado à população e a sustentabilidade dos sistemas, ao mesmo tempo em que proporciona à freguesia os meios necessários para prosseguir o seu crescimento”.

Em 2008, os SMAS procederam à obra de ligação do sistema da Canada dos Valados à rede existente de Santa Clara, num investimento de 49.114,18 euros. No mesmo ano, foi estabelecida a ligação do loteamento do Lameiro e da Rua das Azáleas ao sistema da Canada dos Valados, no valor de 49.388,23 euros.

Já em 2012, avançou-se para a obra da Rua do Sabão e parte da Avenida 5 de Agosto, num investimento de 351.956,92 euros e, no ano seguinte, para a ligação do Bairro da Nordela à Rua das Azáleas (35.995,88 euros).

Ainda em 2013, os SMAS concluíram a obra da Rua Nova, Travessa do Beco, parte da Rua da Corujeira e parte da Avenida da Nordela (314.917,85 euros).

No ano seguinte, os mesmos serviços concluíram as obras na Avenida da Igreja (146.680,27 euros) e no Vale das Canas, Rua de Baixo, Beco do Sabão e parte da Rua da Corujeira (436.068,90 euros).

Dois anos mais tarde, avançaram com as infraestruturas da Rua Padre Aníbal Rego Duarte, parte da Avenida 5 de Agosto e Rua da Guiné (456.120,51 euros).

Entretanto, em 2017 e 2018, os SMAS concluíram as infraestruturas das Ruas de Cima, do Barbeiro e do Mulato (279.953,73 euros), com a ligação do saneamento básico da Relva à ETAR da Nordela (148.439,55 euros) e com a Estação Elevatória da Relva, na Avenida da Nordela (120.500,13 euros).

A obra na Rua das Almas, um investimento de 242.411,09 euros, foi concluída em 2019.

Num investimento de 384.009,43 euros, os SMAS concluíram entre 2020 e 2021 a obra da Estrada Regional n.º 1-1, entre o Caminho Novo e a Rua Nossa Senhora da Vitória.

 

Em curso está a obra na Estrada Regional n.º 1-1 – entre a Rua da Guiné e a Rua Nossa Senhora da Vitória, num investimento de 469.873,85 euros, à qual irá juntar-se a obra na Estrada Regional n.º 1-1 – entre o Loteamento do Lameiro e a Rua da Guiné, no valor de 450.731,30 euros.

AA/CMPD