Garantido apoio a doentes deslocados em regime de internamento no norte do País

A Casa dos Açores do Norte vai receber anualmente do Governo Regional dos Açores um total de 20.167 euros, verba destinada a comparticipar o apoio desta instituição a utentes deslocados do Serviço Regional de Saúde com problemas de comportamentos aditivos e dependências, referenciados para tratamento em regime de internamento de longa duração.

Nesse sentido, o Secretário Regional da Saúde e Desporto assinou um acordo de cooperação com o Presidente da Casa dos Açores do Norte, Ponciano Oliveira. Presente esteve também o Diretor Regional da Prevenção e Combate às Dependências, Pedro Fins.

Este projeto, destinado à redução de riscos e minimização de danos, ao tratamento e à reinserção da população com comportamentos aditivos e dependentes, enquadra-se na promoção de estilos de vida saudáveis e nos objetivos da estratégia regional para a promoção de estilos de vida saudável e prevenção de comportamentos de risco.

Clélio Meneses relevou a importância do mesmo na área das dependências, “uma área em que as pessoas que sofrem deste problema já estão numa situação de grande vulnerabilidade, para além de que, estando deslocados, essa vulnerabilidade é ainda mais intensa”.

O governante revelou ainda que o acordo contempla “o apoio psicossocial aos Açorianos que estão em comunidades terapêuticas sujeitos a tratamento, deslocados”, garantindo financiamento de despesas administrativas, comunicações, contratação de um psicólogo clínico e de uma assistente social, apoio a situações de utentes em emergências sociais, atividades com os doentes e deslocações para as visitas aos utentes em regime de internamento.

AA/GRA