Gaudêncio destaca mais-valia das IPSS no apoio às famílias

O presidente da Câmara da Ribeira Grande reuniu-se com o presidente da Casa do Povo da Ribeira Grande, encontro que serviu para fazer um balanço da atividade desenvolvida ao longo do último ano por aquela instituição e como se adaptou à pandemia.

“É da mais elementar justiça reconhecer o trabalho desenvolvido pelas IPSS do concelho, neste particular o trabalho levado a cabo pela Casa do Povo da Ribeira Grande que, de há um para cá, tem sabido adaptar-se a uma nova realidade, não deixando de colocar em marcha o trabalho em prol da comunidade”, enalteceu Alexandre Gaudêncio.

O autarca acrescentou que “para além do rigor colocado nos seus planos de contingência e da preocupação para estar sempre em articulação com o serviço municipal de proteção civil, o trabalho da Cas do Povo da Ribeira Grande, e das IPSS em geral, tem sido fundamental no apoio àqueles que mais estão a sofrer com a pandemia.”

Os apoios prestados pela Casa do Povo da Ribeira Grande vão desde a abertura das salas dos CATL’s, em horário mais alargado, respeitando todas as normas de segurança, à entrega de bens de primeira necessidade às famílias mais carenciadas.

A dinâmica criada ao nível da rede municipal de CATL’s também foi motivo de análise na reunião, configurando uma “mais-valia e uma resposta direta para cerca de 300 crianças no concelho, abrangendo 14 salas e 50 postos de trabalho diretos”, vincou Alexandre Gaudêncio.

Na ocasião, o presidente da Câmara da Ribeira Grande relembrou que estão abertas as candidaturas ao regulamento municipal de apoio às IPSS, instrumento que pretende apoiar o plano de atividades das instituições de solidariedade social do concelho.

AA/CMRG