Geminação entre Ponta Delgada e Belmonte “cria as condições” para aprofundar cooperação bilateral

A Presidente da Câmara Municipal de Ponta Delgada, Maria José Lemos Duarte, e o Presidente da Câmara Municipal de Belmonte, António Dias Rocha, assinaram o Protocolo de Geminação entre os dois Municípios no pressuposto da partilha de laços históricos e culturais e do interesse comum em aprofundar a cooperação bilateral.

A assinatura do documento decorreu no Museu Judaico de Belmonte, no âmbito da visita da Presidente da autarquia de Ponta Delgada a este concelho a convite do seu homólogo.

“Esta Geminação é a expressão institucional e política do interesse em aprofundar os laços históricos e culturais entre dois Municípios, que partilham um legado hebraico que não só nos referencia na História de Portugal, como também identifica e valoriza cada um dos territórios numa perspetiva histórica, cultural e também turística”, sustentou a autarca.

Maria José Lemos Duarte sublinhou, por isso, que “este é um dia importante para Ponta Delgada e para Belmonte, uma vez que estão criadas as condições para uma maior dinamização das ações e projetos que convergem para a promoção destes laços culturais e para o desenvolvimento cultural, social e económico de Ponta Delgada e Belmonte”.

Na mesma sessão foi assinado o Protocolo de Cooperação e Desenvolvimento da Cultura Hebraica entre o Museu Hebraico Sahar Hassamain – Antiga Sinagoga de Ponta Delgada e o Museu Judaico de Belmonte, que visa aprofundar as relações culturais hebraicas assentes no interesse cultural e religioso de ambos os museus e seus legados hebraicos.

Maria José Lemos Duarte aproveitou ainda esta sessão, que arrancou com um vídeo promocional do concelho de Ponta Delgada, para entregar ao Município de Belmonte entre outros, 120 livros de “autores dos Açores, filhos dos Açores ou que escrevem sobre os Açores” e um Registo do Senhor Santo Cristo dos Milagres.

Já na visita ao Panteão dos Cabrais, onde estão os restos mortais de Pedro Álvares Cabral, natural de Belmonte e descobridor do Brasil, a Presidente da Câmara de Ponta Delgada, acompanhada por José de Mello, dirigente da Unidade Orgânica de Património Cultural da autarquia, recebeu uma porção de pó deste Monumento Nacional que ficará na Praça Gonçalo Velho Cabral, em Ponta Delgada, junto à estátua de Gonçalo Velho Cabral, povoador de São Miguel e de Santa Maria e seu primeiro Capitão Donatário.

A Geminação entre Ponta Delgada e Belmonte é a nona geminação da maior autarquia dos Açores, depois dos protocolos com San Leandro, Califórnia, EUA; Praia, Ilha de Santiago, Cabo Verde; Fall River, Massachusetts, EUA; Newport (Rhode Island) EUA; Florianópolis, Estado de Santa Catarina, Brasil; Pleven, Bulgária; Kauai Hawai, EUA; Caué, Angolares São Tomé e Príncipe.

AA/CMPD