Governo dos Açores apoia investigação na área das doenças neurodegenerativas

O Governo dos Açores, através da Secretaria Regional da Cultura, da Ciência e Transição Digital, com coordenação do Fundo Regional da Ciência e Tecnologia (FRCT) e apoio da Direção Regional da Ciência e Transição Digital, integrou uma convocatória no valor global de 19 milhões de euros para financiamento de projetos de investigação transnacionais, no âmbito do Programa Europeu JPND (EU Joint-Programme Neurodegenerative Disease Research).

De acordo com o Diretor Regional da Ciência e Transição Digital, “esta convocatória, que se encontra aberta até 02 de março de 2021, visa financiar projetos científicos em consórcios, com um mínimo de três países europeus incluídos, focados na investigação em indicadores das fases precoces de doenças neurodegenerativas que potenciem o desenvolvimento de novos diagnósticos e/ou intervenções”.

O mecanismo financeiro ERA-NET Cofund permite ao Governo Regional aceder a financiamentos alternativos para apoio a áreas com interesse para os Açores, neste caso da saúde, não incluída na Estratégia Regional de Investigação e Inovação para a Especialização Inteligente, denominada por RIS3.

As ERA- NET cofinanciadas pelo programa quadro Horizonte 2020 possibilitam, mesmo com uma reduzida comparticipação financeira do Governo, o acesso dos investigadores regionais a estas convocatórias internacionais, alavancando o investimento público regional na Ciência.

As doenças neurodegenerativas são crónicas, incuráveis e fazem parte de um leque extenso de patologias que variam, tanto em causas e prevalência, como nos desafios a enfrentar.

Com um investimento previsto de 30 milhões de euros para o período entre 2019 e 2023, a iniciativa JPND é coordenada pelo INSERM – Instituto Nacional de Saúde e da Investigação Médica (França) e integra 19 Estados Membros e Países Associados.

AA/GRA