Governo dos Açores e enfermeiros assinaram acordo de regularização de carreiras

O Governo Regional dos Açores e os representantes sindicais dos enfermeiros concluíram o processo negocial de desenvolvimento e regularização de carreiras no Serviço Regional da Saúde.

No último encontro entre as partes, foi assinado um acordo que prevê o pagamento de 12,1 milhões de euros, a diluir nos próximos oito anos, sendo que a valor mais elevado, 9,5 milhões, será pago na presente legislatura.

Durante este ano serão já liquidados cerca de 3,5 milhões de euros.

No final, o Secretário Regional da Saúde e Desporto reconheceu que houve “um grande esforço do Governo” e garantiu que “este este ano, os enfermeiros dos Açores já vão sentir um incremento significativo do resultado destas negociações nas suas remunerações”.

Na reunião estiveram presentes os responsáveis do SEP e do SINDEPOR, para além da Ordem dos Enfermeiros.

Clélio Meneses relevou a importância do ato, referindo ser este “um dia muito importante para os enfermeiros dos Açores, onde há regularização de carreiras e remunerações, em algumas circunstâncias com pagamento de retroativos relativos ao diploma de 2008”.

O governante esclareceu que o acerto de contas com os enfermeiros “engloba a regularização dos contratos individuais de trabalho, a contagem de 1,5 pontos e a relevância de tempo de serviço”, e espera que este seja um passo importante para cativar os enfermeiros “porque este é também uma forma de demonstrar que nos Açores” há salários justos, que cativam profissionais a fixarem-se na Região.

AA/GRA