Governo dos Açores empenhado em desenvolver Programa Regional de Ordenamento Florestal

O Secretário Regional da Agricultura e Desenvolvimento Rural destacou o compromisso do Governo dos Açores, em alinhamento com a Estratégia Florestal dos Açores, no desenvolvimento do Programa Regional de Ordenamento Florestal.

António Ventura, que falava durante uma visita à Reserva Florestal de Recreio do Monte Brasil, na ilha Terceira, no âmbito do Dia Internacional da Floresta, adiantou que este instrumento “se revela fundamental para o ordenamento, gestão e evolução equilibrada do território florestal numa perspetiva de longo prazo”.

“A floresta constitui um elemento marcante e estruturante na paisagem açoriana, ocupando cerca de um terço do território terrestre insular da Região Autónoma dos Açores, o que corresponde a uma área de cerca de 74.668 hectares”, assumiu.

Desta área, continuou, “destacam-se os cerca de 23 mil hectares ocupados por áreas de vegetação natural e, em termos da floresta produtiva, assume especial relevo a criptoméria, que ocupa cerca de 12.400 hectares”.

O governante disse ainda que a atualização do Inventário Florestal Regional é outro objetivo que se encontra em curso, assim como a certificação da gestão florestal, implementada pelo Governo Regional na floresta pública da ilha de S. Miguel.

António Ventura acrescentou que outras das missões do Governo Regional é “colocar as florestas ao serviço das populações, na sua vertente recreativa e de lazer, através das suas 27 Reservas Florestais de Recreio e trilhos pedestres, que se desenvolvem no interior dos perímetros florestais regionais”.

A floresta nos Açores “é responsável por cerca de 1.400 postos de trabalho, gerando uma receita anual aproximadamente de 1.8 milhões de euros, através da venda direta de madeira, bem como de 10.9 milhões de euros ao nível do setor industrial de primeira transformação”, concluiu.

AA/GRA