Governo dos Açores inicia visita à Graciosa

O Governo Regional dos Açores iniciou uma visita estatutária de dois dias à ilha Graciosa, tendo, no primeiro momento, reunido com a única autarquia da ilha, e garantindo o Presidente do Governo um “relacionamento de cooperação técnica e financeira” com “estabilidade, previsibilidade e diálogo”.

“O poder local é uma referência estratégica do desenvolvimento dos territórios” e um “parceiro para o bom governo dos Açores e desenvolvimento de ilhas, municípios e freguesias”, defendeu José Manuel Bolieiro, falando no final de uma reunião com o executivo da Santa Cruz da Graciosa, presidido por António Reis.

A evolução demográfica da ilha, questões referentes a transportes e matérias ligadas à saúde foram alguns dos temas da reunião tida esta manhã, naquele que foi o primeiro ponto da agenda de trabalho na ilha Graciosa.

O Governo Regional dos Açores, sublinhou aos jornalistas José Manuel Bolieiro, quer, “em construção e em progresso”, implementar políticas que garantam um “desenvolvimento gerador da fixação de populações, atividade económica e mercado interno”.

Antes, à chegada ao Aeródromo da Graciosa, o governante lembrou que o período pandémico impediu nos meses recentes a realização das visitas estatutárias, mas o Governo está “mobilizado” para auscultar as forças da sociedade e os cidadãos Açorianos das diferentes ilhas.

No dia de hoje estão ainda previstas reuniões com a Santa Casa da Misericórdia de Santa Cruz da Graciosa, o Conselho de Administração do Centro de Saúde da Graciosa, e os Presidentes das Juntas de Freguesia da ilha, realizando-se de noite o primeiro Fórum Autonómico, espaço de reflexão que terá como convidado o economista Flávio Tiago.

Na terça-feira o Governo Regional dos Açores prossegue a visita estatutária à Graciosa, partindo na quarta-feira para São Jorge, onde decorrerá a segunda visita da legislatura.

AA/GRA