Governo dos Açores retoma campanha de monitorização de bem-estar de idosos residentes nos Açores

A Vice-Presidência do Governo, através do Instituto da Segurança Social dos Açores, IPRA, iniciou uma nova ronda de telefonemas que visam identificar eventuais necessidades de apoio aos idosos e sensibilizá-los para manterem o cumprimento das medidas de autoproteção sanitária, nomeadamente restringir as saídas da habitação ao necessário, manter o distanciamento social, utilizar corretamente a máscara e higienizar as mãos.

Esta nova ronda de contactos estabelecidos pelo Instituto da Segurança Social dos Açores, IPRA, difere da ronda anterior que decorreu durante a primeira vaga da pandemia, em virtude de muitas das pessoas anteriormente contatadas ainda se encontrarem no mercado de trabalho. Por essa razão, a Vice-Presidência do Governo emitiu orientações no sentido de elevar a idade dos destinatários da campanha de monitorização dos 65 para os 68 anos.

A readequação da campanha de monitorização ficou a dever-se à avaliação que os próprios idosos fizeram dessa iniciativa e pelo facto de, na atualidade, a rede de suporte social e de contactos dos idosos estar ativa e disponível, garantindo a sua função de permanente apoio, acompanhamento e vigilância social.

Presentemente, a campanha decorre nas ilhas de São Miguel e da Terceira, abrangendo um total de cerca de 23.700 pessoas idosas.

AA/GRA