Herbário aprofunda conhecimento sobre a flora nativa e endémica dos Açores

A Câmara Municipal do Nordeste inaugurou a exposição do Herbário Comunitário dos Açores, um projeto desenvolvido no âmbito da candidatura de Ponta Delgada a Capital Europeia da Cultura Azores 2027, através do programa “Mão em Mão”, levado a cabo por Bruno Márquez, técnico de conservação da SPEA Açores.

O Herbário Comunitário dos Açores foi criado com o objetivo de aprofundar o conhecimento sobre a flora nativa e endémica dos Açores, envolvendo na sua criação a comunidade local, entre estes, dois grupos de utentes do Cartão Municipal do Idoso, no trabalho de campo e de recolha de plantas, como via para o conhecimento através da própria experiência.

A Câmara Municipal do Nordeste disponibilizou-se para colaborar com o projeto ao coordenar os grupos seniores para o trabalho de campo, e, agora, com o acolhimento da exposição do herbário na Casa João de Melo.

A data da abertura da exposição do herbário na Casa João de Melo teve em conta o dia de aniversário do escritor João de Melo, que se comemora a 4 de fevereiro, constituindo uma forma de felicitar o ilustre nordestense naquela que também é a sua casa e lugar de promoção da cultura.

O vereador do pelouro da cultura da Câmara Municipal de Ponta Delgada, Sérgio Rezendes, a vereadora da Câmara do Nordeste, Sara Sousa, a coordenadora da SPEA Açores, Azucena Martín, o poeta e crítico literário Eduíno de Jesus, na qualidade de  membro da Comissão de Honra da candidatura Azores 2027, e outras entidades locais associaram-se à inauguração da exposição.

AA/CMN