Ilha do Pico vê nascer nova fábrica de conservas

Foi lançada a primeira pedra da nova fábrica de conservas na ilha do Pico, a Conseran, que irá nascer na freguesia das Bandeiras. A cerimónia contou com a presença do Presidente do Governo Regional e diversos Secretários do seu Executivo, bem como da Secretária de Estado das Pescas e do Presidente da Câmara Municipal da Madalena.

O investimento de 15 milhões de euros, cuja construção foi desde o primeiro momento apoiada pelo Município, irá criar mais de uma centena de postos de trabalho, na Ilha Montanha, que graças à sua forte ligação à indústria conserveira se destaca pela qualidade superior da sua mão de obra.

Enaltecendo a capacidade empreendedora dos investidores, José António Soares, líder do Executivo autárquico madalenense, considera fundamental o esforço e a dedicação de todas as entidades envolvidas no processo, que decorreu com grande celeridade.

“Graças a uma profícua parceria entre o Município e esta empresa – sem esquecer, claro, o empenho do Governo Regional – conseguimos num timing recorde, aquilo que noutros casos levaria meses – quiçá anos sem fim!”

Satisfeito, José António Soares confessa sentir “alguma emoção ao assistir ao arranque desta obra, que irá dinamizar o tecido empresarial do Concelho da Madalena e da Ilha do Pico (…) gerando riqueza em todo o nosso território”.

“Acredito firmemente que as nossas famílias ligadas a este setor voltarão a ter o seu ganha-pão e a fazer aquilo que realmente gostam e onde são manifestamente as melhores entre as melhores”, considera o edil.

AA/CMM