Ilídia Quadrado defende verbas para a valorização do património cultural dos Açores

A deputada do PSD/Açores na Assembleia da República, Ilídia Quadrado, defende que os imóveis do Estado na Região devem ser abrangidos pelas verbas nacionais do Plano de Recuperação e Resiliência (PRR) no âmbito da valorização do seu património cultural.

Nesse sentido, a social democrata questionou a Ministra da Cultura sobre o assunto, lembrando que “foi contemplado um capítulo específico dedicado à cultura na versão final do PRR submetida à Comissão Europeia, tendo o Governo garantido, com essa inclusão, dar grande importância ao setor”, adiantou.

A deputada açoriana recorda que “a 6 de abril, o Ministro de Estado, da Economia e da Transição Digital anunciou que assim seria, depois de muita insistência de várias entidades do setor e do Grupo Parlamentar do PSD. Afinal, era uma matéria que não constava da primeira versão do PRR”, explicou.

“Não se entende que o Governo não tenha inserido, na lista do universo dos museus, palácios e monumentos a serem alvo de intervenções, quaisquer monumentos e outros imóveis do Estado nas Regiões Autónomas”, refere.

Para Ilídia Quadrado “o plano de valorização do património cultural deve abranger todo o país, e isso inclui naturalmente os Açores, verificando-se que serão efetuadas intervenções num universo de 46 museus, palácios e monumentos”, sublinhou.

A parlamentar considera que é “muito importante e pertinente o investimento num setor que, devido à pandemia, ficou extremamente fragilizado e que exige, de facto, respostas de recuperação e de resiliência”, concluiu.

AA/PSD