Lagoa adere à “Hora do Planeta”

Pelo terceiro ano consecutivo, a Câmara Municipal de Lagoa irá participar na iniciativa mundial «Hora do Planeta», que se realiza no dia 27 de março, entre as 19h30 e as 20h30, hora local, cujo objetivo é despertar a população em geral para a importância do combate às alterações climáticas.

A Hora do Planeta é uma iniciativa da organização global de conservação da natureza World Wildlife Found (WWF). Aconteceu, pela primeira vez, em 2007, em Sidney, na Austrália, quando 2,2 milhões de pessoas e mais de 2.000 empresas apagaram as luzes durante uma hora, numa tomada de posição contra as mudanças climáticas. Um ano depois, tornou-¬se um movimento de sustentabilidade global com mais de 50 milhões de pessoas, em 135 países, a mostrarem o seu apoio a esta causa, ao desligarem simbolicamente as suas luzes.

Marcos globais, como a Sydney Harbour Bridge, a Torre CN, em Toronto; a Ponte Golden Gate, em São Francisco; o Coliseu de Roma, entre muitos outros, ficaram às escuras em sinal de esperança por uma causa que se torna mais urgente, a cada hora e em qualquer parte do mundo.

Assim, no próximo sábado, 27 de março, o edifício dos Paços do Concelho terá as luzes interiores e exteriores desligadas, durante 60 minutos, bem como a Praça de Nossa Senhora da Graça, na freguesia do Rosário. Da mesma forma, a Câmara de Lagoa apela a todos os lagoenses, e população em geral, a aderirem a esta iniciativa, apagando as luzes durante uma hora.

A «Hora do Planeta» vem despertar para o atual problema das alterações climáticas e esta é uma forma de alertar para a consciência dos decisores políticos, e dos cidadãos em geral, de forma a serem tomadas decisões importantes para o futuro do planeta. Adotar comportamentos «amigos do ambiente» e procedimentos que contribuam para mitigar os efeitos dessas alterações é uma das metas da WWF, por todo o mundo.

De salientar que, a Associação Nacional de Municípios Portugueses aderiu, também, como entidade parceira, à iniciativa «A Hora do Planeta».

AA/CML