Lagoa apoia instituições sociais do concelho

A Presidente da Câmara Municipal de Lagoa e o Vice-presidente assinaram os contratos-programa com as instituições sociais do concelho. Uma vez mais, e devido à pandemia, a cerimónia de assinatura destes contratos-programa que, habitualmente, decorre no edifício dos Paços do Concelho, não aconteceu nos moldes habituais, e ficou marcada pela receção de cada representante de forma individual.

Foram, assim, dez as instituições sociais lagoenses que irão receber apoio financeiro camarário, um investimento correspondente ao valor total de 201.350,00€, destinado a atividades de interesse municipal, nas áreas sociais. Ficaram abrangidas por este montante a Casa do Povo de Água de Pau – CDIJ Trevo; a Associação Humanitária de Bombeiros voluntários de Ponta Delgada; o Centro Social e Cultural do Cabouco; a Santa Casa da Misericórdia de Santo António de Lagoa – Açores; o Centro Sócio-Cultural de São Pedro; o Centro Social e Paroquial – “O Ninho”; o Centro Social de Nossa Senhora do Rosário; o Centro Social e Cultural da Atalhada; a Associação União Solidária – A.U.S. e o Lions Clube de Lagoa. Trata-se de um apoio financeiro que, com a pandemia em 2020, ganhou ainda uma maior importância face ao apoio que prestam à população em diversificadas áreas, principalmente junto dos que mais necessitam, particularmente idosos e crianças.

Tal como refere Cristina Calisto, “esta é uma iniciativa que demonstra que o trabalho em parceria é fundamental, sendo imprescindível a colaboração e contribuição camarária para com estas instituições de solidariedade social que trabalham, diariamente, em prol do desenvolvimento, auxílio e assistência a todos os munícipes e que prestam um apoio, fulcral, à comunidade lagoense mais desfavorecida, nomeadamente numa prestação de cuidado aos mais idosos e à salvaguarda da saúde pública”.

Refere uma nota da edilidade que, outras instituições de cariz social irão, oportunamente, assinar idênticos contratos-programa com a Câmara Municipal de Lagoa.

AA/CML