Lagoa comemora 499º aniversário a 11 de abril

O feriado municipal da cidade de Lagoa, comemorado no dia 11 de abril, e que assinala o 499.º aniversário de elevação de Lagoa a vila e sede de concelho e 9.º aniversário de elevação de Lagoa a cidade, iniciará com a tradicional alvorada no edifício dos Paços do Concelho, pelas 07h00, contando com a participação da Sociedade Filarmónica Estrela D´Alva.

O convento de Santo António, na freguesia de Santa Cruz, irá acolher, às 18h00, uma Sessão Comemorativa, em que, será, igualmente, assinado o documento fundador do Museu de Lagoa-Açores. Esta sessão solene, culminará com um recital de canto e piano, que contará com a soprano Carina Andrade e a pianista Ana Paula Andrade, sendo um evento transmitido online através da página de Facebook da edilidade.

Para além das ações a decorrer no próprio dia, a edilidade irá desenvolver ao longo do mês de abril outras inseridas nas referidas comemorações. Assim, a 15 de abril, data em que se assinala o Dia Mundial da Arte, será promovida, igualmente, pela via digital (Facebook e portal da edilidade), uma conversa com Fátima Mota sobre a obra de Catarina Branco, artista que tem patente uma exposição no Convento de Santo António.

Se esta ação se direciona para o público em geral, a Câmara Municipal irá promover outra direcionada para o público infantil (ATL do Centro Social e Cultural do Cabouco) e outra para jovens (turma do 9.º ano da Escola Básica e Integrada de Água de Pau). Assim sendo, para o primeiro prevê-se a realização do atelier temático “d’O quarto de Van Gogh ao meu quarto”, em que após uma breve explanação de alguns aspetos da obra do artista realiza-se uma atividade plástica. Para os jovens a projeção de dois documentários ligados às artes.

Já no dia 16 de abril, terá lugar um atelier de escrita criativa direcionado ao público escolar do secundário, e que contará com a participação do escritor açoriano Pedro Paulo Câmara.

A Divulgação do projeto vencedor da 5.ª edição do Orçamento Participativo Jovem (OPJ) de Lagoa, irá realizar-se no dia 17 de abril, na vila de Água de Pau, através de uma transmissão online.

No âmbito da comemoração do Dia Internacional dos Monumentos e Sítios, assinalado anualmente no dia 18 de abril, irá decorrer, no dia 17 de abril, a partir das 10h00, uma visita guiada ao convento de Santo António, com o projeto intitulado “No meu tempo”.

Este momento é direcionado para o público em geral, sendo, no entanto, necessário que todos os interessados efetuem a sua inscrição, através do contato telefónico 296 912 510 ou para o e-mail museu@lagoa-acores.pt. De salientar que o número de participantes é limitado, por forma a assegurar todas as condições de segurança, face à pandemia que atravessamos mundialmente.

No dia 18 de abril, decorre pela via online a disponibilização do Roteiro de Arte Pública e Intervenções Artísticas do concelho de Lagoa. É na sequência deste que, a 19 de abril, se promoverá, para uma turma da Escola Profissional de Lagoa – INETESE, um percurso pedagógico com a visita e abordagem a algumas das obras de arte pública instaladas nas freguesias do Rosário e de Santa Cruz.

Destaque para as comemorações do 25 de abril com a produção de um vídeo documental que versa na música de José Afonso como forma de intervenção, até porque o Dia da Liberdade tem, indubitavelmente, a associação à “Grândola Vila Morena”. Disponibilizado online, o vídeo conta com a participação de João Afonso, músico e sobrinho de Zeca Afonso, que dará um testemunho sobre o tio e partilhará uma canção. Outro momento musical está a cargo de Emanuel Bettencourt, músico açoriano natural da Graciosa. Aníbal Pires, João de Melo e Luís Banrezes falarão da importância do músico homenageado para a intervenção e mobilização cívica. Já Renata Correia Botelho irá ler um texto da autoria de José Afonso.

Finalmente, no dia 28 de abril, será divulgado um vídeo com o testemunho de Lurdes Couto, artesã natural da Ribeira Chã, que irá abordar a arte de recortar o papel. Para além de integrar as comemorações do aniversário de Lagoa, esta iniciativa faz parte das atividades de serviço educativo programadas para a dinamização da já mencionada exposição de Catarina Branco que pode ser visitada até 31 de maio no Convento de Santo António.

AA/CML