Lagoa lança projeto para ajudar empresas de animação turística

A Câmara Municipal de Lagoa lançou a iniciativa «Roteiros da Minha Terra». Trata-se de um projeto destinado a todos os residentes no concelho de Lagoa e inclui vários roteiros turísticos. Uma medida excecional criada para apoiar as empresas de animação turística com sede no concelho e operadores turísticos lagoenses de forma a colmatar o impacto negativo provocado pela situação pandémica da COVID-19 e que resultou de diversos momentos de audição e trabalhos conjuntos.

De acordo com o vereador responsável pela área do turismo, Nelson Santos, este é um projeto que cumpre com o objetivo principal de apoiar as empresas do setor, tendo como objetivos assessórios o de dar a conhecer melhor o concelho aos seus munícipes e o de criar uma oferta que pretende constituir-se como um produto que, doravante poderá ser comercializado por qualquer agente de turismo que, encontrará na Lagoa, um destino com diversas ofertas ao dispor.

O objetivo será proporcionar experiências diferentes que permitam aos munícipes conhecer melhor o seu concelho. Do mar à montanha, serão, assim, oito os roteiros onde os participantes inscritos se encontrarão com a cultura, o conhecimento e a natureza da sua terra. Os roteiros passam pelas cinco freguesias: Rosário, Santa Cruz, Cabouco, Água de Pau e Ribeira Chã.

Desde passeios interpretativos de barco pela orla marítima da Lagoa, trilhos pedestres com recurso a guias especializados, passeios a cavalo, percursos de jipe todo o terreno, passando por roteiros culturais, com visitas a alguns núcleos museológicos do concelho e, ainda, um roteiro vulcanológico com início no OVGA, seguido de percurso interpretativo e visita ao complexo vulcânico da Lagoa do Fogo.

Todas as atividades serão gratuitas, sendo obrigatório preencher um formulário de inscrição através dos canais de comunicação da edilidade, como o site (https://lagoa-acores.pt/…/fazer/roteirosdaminhaterra) pelos telefones 296 960 600/ 925 596 605 ou por email (turismo@lagoa-acores.pt). As inscrições são limitadas às vagas existentes. De referir ainda que. as atividades serão realizadas aos fins-de-semana e feriados, durante os meses de novembro e dezembro, e estão sujeitas às condições climatéricas e disponibilidade, cumprindo todas as regras de segurança sanitária, recomendadas pela Direção Geral da Saúde.

AA/CML