Lagoa recebe Prémio Inclusivo E+ pela Agência Nacional Erasmus

A Câmara Municipal de Lagoa recebeu o Prémio Inclusivo E+ pela Agência Nacional Erasmus + Educação e Formação. Um prémio que pretende valorizar e divulgar o trabalho das instituições e dos participantes que, através dos projetos financiados por esta agência, contribuem para o aumento da participação dos segmentos mais vulneráveis da comunidade e para a construção de uma Europa mais solidária e colaborativa.

A edilidade, no âmbito da Iniciativa Europeia Network Of Role Models, distinguiu-se pela inclusão de diferentes públicos-alvo do concelho, com temáticas variadas que incluíram pessoas com deficiência; dificuldades educativas; diferenças culturais; barreiras sociais e envelhecimento ativo. Assim, a realização dessas atividades contribuíram para a sensibilização, consciencialização e informação do público-alvo, dando a conhecer as diferentes histórias de vida e as necessidades de cada Role Model. As intervenções passaram por sessões em diferentes valências como CATL e turmas sinalizadas pelas unidades orgânicas do concelho, que demonstram dificuldades de aprendizagem, problemas de socialização, de motivação, de assiduidade e apoio às instituições de acolhimento sénior.

A Câmara Municipal de Lagoa pretende promover o compromisso com os valores europeus, nomeadamente de tolerância e não-discriminação, através do encorajamento dos munícipes para uma cidadania ativa.

Atendendo à situação de pandemia, o prémio não foi entregue pessoalmente, mas sim através do V Seminário Erasmus + Equidade e Inclusão, um simbólico evento online, que assinalou, igualmente, o Dia Internacional da Pessoa com Deficiência, celebrado no dia 3 de dezembro.

De relembrar que, o Programa Erasmus + tenciona constituir-se como um instrumento para a inclusão de pessoas com menos oportunidades, em variadas atividades desenvolvidas em áreas como a educação, formação, juventude e desporto.

AA/CML