Lagoa reforça equipamentos do Serviço Municipal de Proteção Civil

A escola Padre João José do Amaral, no Rosário, na Cidade de Lagoa, através do seu Clube de Proteção Civil, celebrou o Dia Internacional de Proteção Civil, com uma Feira alusiva a este tema, em que, respeitando as medidas de segurança impostas pela pandemia, contou com a presença da Presidente da Câmara Municipal de Lagoa, do Conselho Executivo do estabelecimento de ensino e de alguns elementos da PSP – Polícia de Segurança Pública.

O Dia Internacional de Proteção Civil, celebrado mundialmente no dia 1 de março, pretende assinalar a importância da Proteção Civil, que é um serviço indispensável em caso de emergência ou catástrofe.

Nesse âmbito, a Câmara Municipal de Lagoa adquiriu diversos equipamentos, ao abrigo do Programa Operacional Açores 2020 (PO 2020), para reforçar o Serviço Municipal de Proteção Civil, de forma a proporcionar assistência e proteção à população lagoense, em caso de emergência.

Para a Presidente da Câmara Municipal de Lagoa, “este reforço para o Serviço Municipal de Proteção Civil é fundamental e extremamente necessário para uma intervenção rápida e eficaz, em caso de necessidade, sendo que o seu propósito passa por uma atuação adequada da Proteção Civil Municipal, em caso de eventuais sinistros, acidentes ou catástrofes naturais, em prol do socorro e proteção dos lagoenses”.

Num investimento total de 170.856,99€ financiado a 85% pelo PO 2020, foram adquiridos uma tenda insuflável, uma viatura de cabine dupla 4×4, um camião de cabine dupla 4×4, dois geradores e cinco motosserras.

Relembra uma nota da autarquia que estes equipamentos adquiridos recentemente, juntam-se a outros já existentes no concelho, nomeadamente o Gabinete de Proteção Civil e o Edifício de Apoio ao Serviço Municipal de Proteção Civil, instalações de apoio para as famílias desalojadas, em caso de catástrofe, ambos situados no Parque Municipal de Obras.

AA/CML