Lançado concurso público para construção de novo bar e balneários da praia da Riviera

               

O Presidente da Câmara Municipal da Praia da Vitória apresentou o Projeto das novas instalações do bar e balneários de apoio da praia da Riviera, na Freguesia do Cabo da Praia, um plano integrado de valorização das zonas balneares da baía da Cidade, de reabilitação do Paul do Belo Jardim e do prolongamento da Avenida Marginal com passeio pedonal e ciclovia.

Na Casa do Povo do Cabo da Praia, no âmbito da “Presidência Aberta” àquela freguesia praiense, Tibério Dinis revelou que o investimento, na casa dos 250 mil euros, já foi lançado a concurso público, será iniciado no final da época balnear deste ano e deverá estar concluído no início da época balnear de 2022, passando pela edificação total de uma nova infraestrutura adaptada para ser utilizada durante todo o ano.

“O crescimento do número de pessoas que, cada vez mais, utilizam as zonas balneares da Praia da Vitória, não só demonstram o sucesso da estratégia de valorização que temos vindo a implementar, como também nos convocam para continuar a investir no melhoramento e na potenciação destas zonas balneares, pelo que a frente marítima da Cidade é uma prioridade, onde já está em curso a construção de instalações sanitárias de apoio à praia dos Sargentos; hoje, lançamos o concurso para a adjudicação da obra de construção do novo edifício de bar e balneários da praia da Riviera; e, muito brevemente, será apresentado um projeto semelhante para a Prainha da Praia da Vitória”, anunciou o autarca.

O projeto de valorização do bar e balneários da praia da Riviera passa pela demolição total de todas as infraestruturas atualmente existentes, construindo-se novas valências, concebidas pelos técnicos do Município, integradas no âmbito da estratégia de valorização da frente marítima, onde estão em curso os procedimentos de reabilitação do Paul do Belo Jardim e o projeto de prolongamento pedonal e ciclovia da Avenida Marginal.

“A infraestrutura a edificar tem uma abordagem compatível com projeto de prolongamento da Avenida Marginal, considerando que vai terminar no novo bar da Riviera. Todo este projeto é integrado também com a reabilitação do Paul do Belo Jardim. As obras não provocarão qualquer alteração da topografia, nem da vegetação e do ecossistema existentes e será uma infraestrutura preparada para poder funcionar durante todo o ano, ou seja, poderá ser um espaço aberto ao público fora da época balnear”, disse.  

O edifício passará a ter cozinha, bar, esplanada (preparada para estar aberta durante o verão e ser um espaço completamente fechado durante o inverno), instalações sanitários para funcionários e clientes, espaço para acondicionamento de resíduos e outras condições necessárias, como água quente, proteção contra incêndios e antivandalismo. Dividida em dois blocos, a infraestrutura será ultrapassada a meio pelo final do percurso do prolongamento da Marginal, duche exteriores para banhistas, balneários de apoio à praia, sanitários, arrumos de apoio aos nadadores salvadores e espaço com mobiliário urbano para contemplação da vista, assim como será um espaço completamente adaptado para cidadãos portadores de mobilidade reduzida. Ao todo serão 220 metros quadrados de área de implantação bruta de infraestrutura com acesso ao areal através de um passadiço em deck.

Tibério Dinis afirmou que “a obra custará cerca de 250 mil euros”, sendo “toda ela realizada através da utilização de fundos próprios do Município”, isto é, “sem recurso a fundos comunitários, nem a qualquer endividamento, fruto da situação de estabilidade financeira conseguida”. O concurso da empreitada já foi aprovado e lançado, com a particularidade de o concorrente vencedor só poder avançar com as obras no final da atual época balnear e com o prazo de execução até ao início da época balnear de 2022.

Ampliação da Escola e novo CATL a concurso

Por outro lado, o Presidente da Câmara Municipal da Praia da Vitória anunciou ainda que, “depois de um período de discussão pública, onde foram recolhidos importantes contributos tendo em vista o melhoramento do projeto”, foi também lançada a concurso público a empreitada de ampliação da Escola do Cabo da Praia, que passará a englobar o Centro de Atividades de Tempos Livres daquela Freguesia, prevendo-se o arranque da obra “para o mais breve possível”.

O anúncio destes investimentos marcou a “Presidência Aberta” à Freguesia do Cabo da Praia, seguindo o executivo municipal, proximamente, para a Freguesia da Fonte do Bastardo.

AA/CMPV