Lixo zero no mar

A Câmara Municipal das Lajes do Pico, envidando todos os seus maiores esforços no desenvolvimento do Projeto Eco-Tur que visa a criação da Rota da Cultura da Baleia, e em parceria com a Escola Básica das Lajes do Pico, no âmbito do projeto Eco-escolas, promoveu, no dia 28 de abril, uma iniciativa de cariz ambiental intitulada “Lixo Zero no Mar”, como forma de celebração da efeméride do Dia Mundial da Terra, manifestando o seu compromisso na preservação do ambiente e da sustentabilidade da Terra.

Esta atividade contou com a participação da Junta de freguesia das Lajes do Pico, do Serviço de Ambiente da ilha do Pico e da Guarda Nacional Republicana, através do seu Serviço de Proteção da Natureza e do Ambiente (SEPNA), que procederam à limpeza da orla costeira e zona Balnear do Portinho, na Ribeira do Meio, junto à antiga fábrica da Baleia SIBIL.

No âmbito desta ação, os cerca de 25 participantes, providos de máscara e luvas, recolheram aproximadamente uma tonelada e meia de resíduos, dos quais se destacam 1056 kg de madeira, 385 kg de metais, 65 kg de resíduos sólidos urbanos indiferenciados (RSUs), 55 kg de embalagens de plástico, 40 kg de plástico (não embalagem), 20 kg de embalagens de vidro e dois pneus. Sendo posteriormente encaminhados, devidamente triados, para o Centro de Processamento de Resíduos do Pico para valorização.

De destacar, nesta área, a presença de uma espécie endémica rara, a Azorina vidalli (vidália), que se encontra a ser preservada pelo Serviço do Ambiente da ilha do Pico, através do projeto LIFE VIDALIA.

A Câmara Municipal das Lajes do Pico agradece a todas as entidades participantes o seu contributo na preservação do meio ambiente, considerando, assim, fundamental a sensibilização da população para os impactes negativos em todo o ecossistema marinho resultantes de uma incorreta gestão dos resíduos.

AA/CMLP