Madalena reduz poluição luminosa nas zonas costeiras

O Município da Madalena associou-se à Campanha SOS Cagarro e irá desligar a iluminação pública nas zonas costeiras da Vila que registam um número mais elevado de quedas destas aves marinhas.

Com o intuito de proteger os cagarros, uma das espécies mais emblemáticas dos Açores, a autarquia irá apagar as luzes de 19 a 21 de outubro, entre as 23h00 e as 5h00, sensibilizando a população para a ameaça que a poluição luminosa representa para estas aves marinhas.

Resultante de uma parceria entre o SOS Cagarro e o projeto INTERREG MAC LuMinAves, a ação que irá decorrer de terça a quinta-feira, coincidindo com o período de lua cheia, visa sensibilizar a população para a problemática da poluição luminosa e o seu impacto altamente nocivo sobre esta espécie, uma das mais emblemáticas do arquipélago.

Os Açores são a região do mundo com a maior população nidificante de cagarros, albergando 188 mil casais reprodutores, ou seja 75 por cento da população mundial da subespécie Calonectris diomedea borealis, tornando-se, assim, vital a proteção e conservação destas aves nas nossas ilhas.

AA/CMM