Mais de 200 trabalhadores não docentes nos quadros das escolas

No arranque do ano escolar a Secretária Regional da Educação garantiu que “o Governo Regional está a ultimar um processo que conduzirá à integração nos quadros das escolas públicas da Região de mais de 200 trabalhadores não docentes até então em situação precária”.

O anúncio foi feito no arranque do ano escolar, na Escola Básica e Secundária das Flores.

Sofia Ribeiro explicou que, “com esta medida, que decorre do processo de integração dos trabalhadores da administração pública regional, fruto de decreto orçamental para este ano, serão abrangidos assistentes operacionais, assistentes técnicos, técnicos superiores e técnicos de informática nos quadros das várias unidades orgânicas”.

De acordo com a governante, findo este processo, “será feita uma reavaliação de todo o sistema educativo regional, de forma a identificar as falhas” para que se possa “reorientar a organização dos estabelecimentos de ensino relativamente às necessidades do pessoal não docente”. 

Recorde-se que na passada sexta-feira, 27 de agosto, foi publicada a lista de colocações na oferta de emprego docente para este ano escolar, num total de 495 vagas.

Durante a visita à escola das Flores, a titular da pasta da educação referiu ainda que este ano escolar “arranca com mais quatro mil computadores portáteis, distribuídos em todas as unidades orgânicas”, no âmbito do concurso internacional de aquisição de equipamentos tecnológicos a distribuir pelas escolas durante este mandato e que totaliza 1,8 milhões de euros.

Sofia Ribeiro acrescentou que “chegaram à EBS das Flores 57 computadores portáteis que tinham sido consignados nesta primeira atribuição feita a todas as escolas da Região”.

AA/GRA