Mais de 9.500 atendimentos a cidadãos migrantes em 2021

A Vice-Presidência do Governo dos Açores realizou, em 2021, através da Direção Regional das Comunidades, 9.540 atendimentos a cidadãos emigrantes, candidatos a emigrante, regressados e imigrantes, residentes em todas as ilhas da Região.

Os três gabinetes do serviço de atendimento ao público da Direção Regional das Comunidades registaram 4.136 atendimentos presenciais, dos quais 2.290 foram efetuados em Angra do Heroísmo, 1.032 em Ponta Delgada e 986 na Horta. Ao mesmo tempo, este departamento da Vice-Presidência do Governo contabilizou também 5.404 atendimentos telefónicos a utentes das nove ilhas do arquipélago, números expressivos face a anos anteriores e que se justificam devido à pandemia Covid-19.

No que diz respeito à origem dos utentes, recorreram a esta valência cidadãos de 53 nacionalidades distintas, sendo que as mais representativas foram a portuguesa (7.269), a brasileira (803), a norte-americana (556), a cabo-verdiana (363) e a canadiana (161).

De entre os vários assuntos sobre os quais este serviço presta apoio e informações, seja na área da emigração, seja em processos relacionados com a imigração, os mais solicitados pelos utentes estiveram relacionados com pensões estrangeiras, renovação de passaportes, obtenção de nacionalidade/cidadania, vistos e tradução de documentos.

A Vice-Presidência do Governo dos Açores assegura um serviço público de atendimento a estes cidadãos durante todo o ano, disponibilizado permanentemente nas ilhas de São Miguel, Terceira e Faial, e, nas restantes ilhas do arquipélago, através de atendimento telefónico e de deslocações periódicas efetuadas pelos seus técnicos.

AA/GRA