Mais de uma tonelada de hortícolas doados

O Ecoparque da Ilha de São Miguel doou desde o início do ano 1,1 toneladas de hortícolas cultivados na Eco 5 .

O Banco Alimentar Contra a Fome da Ilha de São Miguel é a instituição que mais recebeu num total de 840 quilos. Segue-se o Instituto Bom Pastor— Nossa Senhora de Fátima com 200 quilos, o Instituto de Apoio à Criança e o Centro Paroquial Bem Estar Social de São José, cada qual com 40 quilos de produtos cultivados, na quinta instalada no Ecoparque da Ilha de São Miguel.

Esta é uma forma da MUSAMI contribuir para a comunidade em que se encontra inserida, já que são efetuadas experiências com o SO-MUSAMI para avaliação do seu comportamento nos solos e nas culturas, aproveitando para ajudar posteriormente quem mais precisa.

Trata-se, portanto, de uma iniciativa que se insere no âmbito da responsabilidade social que a MUSAMI assume desde a sua constituição, estabelecendo protocolos com instituições como o Banco Alimentar Contra a Fome da Ilha de São Miguel e a Associação de Paralisia Cerebral da Ilha de São Miguel.

Para além dos produtos hortícolas cedidos ao Banco Alimentar, este recebe ainda paletes de leite, mediante a entrega de embalagens de plástico pelos seus utentes e que são encaminhadas para reciclagem no continente português.

Já a Associação de Paralisia Cerebral da Ilha de São Miguel recebe materiais de apoio didático ou de tratamento dos seus utentes, igualmente perante a entrega de plásticos, contando inclusivamente com a participação de alguns departamentos da Câmara Municipal de Ponta Delgada para esse mesmo efeito.

AA/Musami