Município de Ponta Delgada escolhido como porta-voz regional da VI Campanha Solidária de Natal Dê Troco a Quem Precisa

A associação Dignitude escolheu o Município de Ponta Delgada como porta-voz regional da VI Campanha Solidária de Natal “Dê Troco a Quem Precisa”.

A campanha tem como objetivo a recolha de donativos nas farmácias com vista a beneficiar as pessoas mais afetadas pela pandemia.

A campanha de angariação de fundos vai realizar-se de 14 a 22 de dezembro, por todo o país. Os donativos recolhidos serão integralmente aplicados no acesso a medicamentos, produtos e serviços de saúde a pessoas carenciadas e mais fragilizadas devido à pandemia.

Assim, todos os interessados podem doar o troco das compras realizadas nas farmácias à Emergência “abem: COVID-19”.

Desde que foi lançada, em março deste ano, a Emergência “abem: COVID-19” já apoia mais de 900 portugueses referenciados por entidades parceiras locais como Câmaras Municipais, Juntas de Freguesia, Instituições Particulares de Solidariedade Social, Cáritas e Misericórdias.

Além do Município de Ponta Delgada a Rede “abem” conta com mais três entidades referenciadoras nos Açores, nomeadamente a Cáritas Diocesana dos Açores,  Município das Lajes das Flores e Município da Ribeira Grande.

Existe ainda uma rede de 17 Farmácias “abem” onde os 113 beneficiários dos Açores podem aceder, sem custos, aos medicamentos prescritos pelos seus médicos. Desde o início do “abem”, a 25 de maio de 2016, já foram dispensadas 1.889 embalagens de medicamentos nos Açores no âmbito do programa.

Além da campanha que irá decorrer nas farmácias aderentes entre 14 e 22 de dezembro, é ainda possível apoiar esta iniciativa a qualquer momento, através de transferência bancária (IBAN: PT50 0036 0000 9910 5930 0855 9) e via MBWAY: 932440068. Os doadores podem enviar comprovativo de transferência, nome e NIF para geral@dignitude.org, para receberam o recibo de donativo.

Desta forma, a Câmara Municipal de Ponta Delgada vai manter o apoio à compra de medicamentos no âmbito do Programa abem: Rede Solidária do Medicamento e na sequência do protocolo celebrado com a Associação Dignitude.

Recorde-se que os benefícios concedidos ao abrigo do Programa abem: Rede Solidária do Medicamento abrangem exclusivamente os medicamentos, quando prescritos em receita médica e comparticipados pelo SNS.

É conferido ao beneficiário abem: o direito a um apoio adicional ao atribuído pelo SNS, que pode ir até ao máximo de 100% do PVP dos medicamentos prescritos, ou 100% do PVP, quando aplicável.

O Município compromete-se a financiar 50% da comparticipação solidária abem: dos beneficiários identificados e registados pelo mesmo. Os restantes 50% ficarão a cargo do Fundo Solidário abem.

“Para muitas famílias, este será um Natal difícil. A crise provocada pela pandemia deixou muitas pessoas em situação de grande fragilidade económica, e a saúde tende a ser colocada em segundo plano quando é necessário fazer escolhas, como comer ou pagar a renda. As farmácias açorianas conhecem esta realidade de perto e acreditam que as grandes mudanças podem nascer de pequenos gestos. Por isso, este Natal apelamos à população que colabore na campanha “Dê Troco a Quem Precisa”. Ao fazer um donativo numa farmácia aderente, as pessoas estarão a contribuir para a Emergência abem: COVID-19, apoiando no acesso aos medicamentos, produtos e serviços de saúde dos mais vulneráveis devido à pandemia”, refere Teresa Lima, farmacêutica, porta-voz dos Açores.

AA/CMPD