Município de Vila do Porto instala pontos de recolha para resíduos agrícolas

É possível distinguir uma variedade de categorias de tipos de resíduos provenientes da atividade agrícola. Dados referentes a 2020, demonstram que, do total de resíduos indiferenciados recolhidos nos circuitos de recolha indiferenciada e encaminhados para o Centro de Processamento de Resíduos de Santa Maria, 4 toneladas corresponderam a plásticos agrícolas.

Assim, no seguimento da política de sustentabilidade ambiental adotada pela Autarquia, procedeu-se à instalação de pontos de recolha específicos e devidamente identificados para deposição de resíduos provenientes das explorações agrícolas, privilegiando-se a sua localização junto a pontos de abastecimento de água à agricultura no concelho. Nesta fase inicial, foram já instalados 4 pontos de recolha na freguesia de Santo Espírito, concretamente nos lugares do Cardal, Piedades e Lapa de Baixo, prevendo o Município alargar brevemente a sua instalação nas restantes freguesias do concelho.

Com esta iniciativa o Município de Vila do Porto, pretende por um lado, implementar um  sistema de recolha assente num modelo de proximidade, criando-se assim, condições que visam facilitar a deposição seletiva dos plásticos agrícolas, evitando-se a colocação e mistura nos contentores municipais destinados a resíduos indiferenciados.

Salienta-se que, os pontos de recolha destinam-se apenas à deposição de resíduos de plástico e rolos de silagem, plásticos de rolos hortofrutícolas, sacas de ração e adubo, sendo depois recolhidos pelos serviços municipais e encaminhados para um operador de gestão de resíduos licenciado, contribuindo-se assim para a redução da pegada ambiental e ao incentivo de boas práticas agrícolas.

A estratégia de sensibilização assentará em campanhas de informação e educação ambiental, com vista ao esclarecimento dos/as produtores/as agrícolas, sobre a importância da separação e encaminhamento a destino final adequado destes resíduos.

AA/MVP