Museu do Pico promove exposição “Physeter macrocephalus – Cachalote”

A Secretaria Regional da Cultura, da Ciência e Transição Digital, através da Direção Regional da Cultura e do Museu do Pico, inaugura a 23 de julho, sexta-feira, pelas 21h00, a exposição “Physeter macrocephalus – Cachalote”.

A mostra, que se integra no Plano de Atividades para 2021 do Museu, foi pensada a partir dos acervos do museu, incidindo sobre peças como uma amostra de âmbar, outra de espermacete; um feto de cachalote empalhado; amostras de pele e de tendões, ouvidos, pénis, ossos, maxilares e dentes.

A apresentação inclui ainda um feto de cachalote, com cerca de sete centímetros, conservado em formol e propriedade do senhor Jaime Tavares de Melo, cedido gentilmente para este efeito.

Com o propósito de se fazer uma abordagem global ao cachalote, uma espécie ícone da Região, a exposição apresenta ainda amostras dos derivados da transformação industrial do animal: farinhas, óleos e vitaminas, integrando uma viagem pela biologia e morfologia do mamífero e pela sua importância, no contexto social e económico das nossas ilhas.

A mostra ficará patente ao público no Museu dos Baleeiros, nas Lajes do Pico, até ao dia 17 de outubro, e poderá ser visitada no horário de funcionamento do museu, de terça-feira a domingo, das 10h00 às 17h30 e, a partir de 1 de outubro, de terça-feira a domingo, das 09h30 às 17h00.

AA/GRA